A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Morreu o poeta irlandês Seamus Heaney

Morreu o poeta irlandês Seamus Heaney
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O poeta irlandês Seamus Heaney morreu esta sexta-feira num hospital de Dublin, na sequência de uma “curta doença”, anunciou a família. O vencedor do Prémio Nobel da Literatura em 1995 tinha 74 anos.

Nascido no seio de uma família católica na Irlanda do Norte, Heaney publicou a primeira antologia poética, A Morte de um Naturalista, em 1966. Nove anos depois é editada aquela que é considerada a sua obra-prima: Norte – uma recolha de poemas que serve de espaço de expressão sobre os acontecimentos na Irlanda do Norte. Apesar de não ter qualquer afinidade com os ativistas republicanos da província, Seamus Heaney confessou compreender a sua “paixão de vingança tribal”. A academia sueca atribui-lhe o Prémio Nobel pela “beleza lírica e a profundidade ética” da sua obra.