A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Rússia vai fornecer gás à China

Rússia vai fornecer gás à China
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O documento foi assinado esta quinta-feira, pelos presidentes da Gazprom e da CNPC, a empresa chinesa de distribuição.

O acordo agora celebrado retoma os termos do memorando de entendimento, assinado em 2006. Mas as negociações finais sofreram sucessivos atrasos.

Só agora o contrato foi fechado. Prevê o fornecimento de 68 mil milhões de metros cúbicos, por ano.

O gás vai chegar à China por duas vias.

Os dirigentes chineses esperam, com esta nova fonte energética, dar mais competitividade à sua indústria.

A assinatura foi testemunhada pelos presidentes dos dois países, Vladimir Putin e Xi Jinping.