Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Catalunha celebra Dia Nacional de olhos postos em referendo sobre a independência

Catalunha celebra Dia Nacional de olhos postos em referendo sobre a independência
Tamanho do texto Aa Aa

Este 11 de setembro é dia de Feriado Nacional na Catalunha, com os olhos postos num eventual referendo a realizar no próximo ano.

Os independentistas da região autónoma da Catalunha – uma das mais ricas de Espanha, e com língua própria – querem que os catalães se pronunciem, em referendo, sobre uma eventual separação do Estado espanhol.

Dessa opinião é Artur Mass, presidente da Catalunha: “O povo da Catalunha deve ser consultado, no ano que vem, sobre o seu futuro político. O meu compromisso com o direito de decisão do povo catalão é tão forte que, como fiz saber nos últimos dias, estou determinado a usar todos os meios democráticos e legais que estão à minha disposição para permitir que os cidadãos da Catalunha possam decidir sobre o seu futuro, enquanto país.”

Tal referendo é inconstitucional, segundo a lei magna espanhola, e o Partido Popular – no poder em Espanha, mas na oposição na Catalunha – aponta o dedo ao governo regional. “Aqui estão milhares, milhões de catalães que se sentem órfãos, porque não temos governo, já que o governo está às ordens do separatismo e do independentismo”, acusa Alicia Sanchez Camacho, líder do PP Catalão.

As comemorações do Dia da Independência prosseguem, esta quarta-feira. A data marca, na realidade, a tomada de Barcelona pelas tropas franco-espanholas, durante a Guerra de Sucessão.