Última hora
This content is not available in your region

Novo "apagão nuclear" no Japão por tempo indeterminado

Novo "apagão nuclear" no Japão por tempo indeterminado
Tamanho do texto Aa Aa

O Japão começou a desligar o único reator ainda em funcionamento, deixando o país num novo “apagão nuclear” que os opositores da energia atómica gostariam que se tornasse permanente.

O reator número 4 da central de Ohi estará completamente desativado a partir desta segunda-feira, para operações de manutenção e por tempo indeterminado. O encerramento da central deixa a terceira economia mundial sem energia nuclear pela segunda vez desde o desastre de Fukushima, depois de um corte total entre maio e julho de 2012.

Os mais de cinquenta reatores nipónicos foram progressivamente fechados por tempo indeterminado desde o acidente provocado pelo sismo e tsunami de Março de 2011.

Depois de ter aprovado uma nova legislação de segurança, o governo defende a reativação de várias centrais.

Mas, face aos problemas persistentes de contaminação em Fukushima, as organizações ambientais e uma grande parte da população defendem o abandono definitivo do nuclear, responsável antes do desastre por um quarto da produção elétrica do país.