Última hora
This content is not available in your region

Greenpeace: "Arctic Sunrise" estava em águas internacionais quando foi tomado de assalto

Greenpeace: "Arctic Sunrise" estava em águas internacionais quando foi tomado de assalto
Tamanho do texto Aa Aa

Jasper Teulings, advogado da organização ambientalista Greenpeace, disse que o navio quebra-gelo Arctic Sunrise estava em águas internacionais quando foi tomado de assalto por homens armados da Guarda Costeira russa.

“Não sabemos se o navio foi arrestado e não ficaríamos surpreendidos se tivesse sido, porque isso seria ilegal. Segundo a lei internacional os navios têm direito de liberdade de passagem. O navio estava em águas internacionais, fora das águas territoriais russas, no momento em que foi tomado de assalto”, disse o advogado.

A Agência de Segurança Federal russa decidiu rebocar o navio para a cidade portuária de Murmansk, e está a “preparar a documentação para empreender procedimentos judiciais” contra a tripulação da embarcação.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.