Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Quarto dia de protestos no Bangladesh

Quarto dia de protestos no Bangladesh
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Funcionários da indústria têxtil querem melhores salários e estão na rua prontos a enfrentar a repressão policial.

A polícia usou gás lacrimogéneo contra cerca de 2.000 manifestantes que ergueram barricadas nas principais vias próximas ao aeroporto de Dacca e aos centros industriais de Ashulia e Fatullah.

Ontem à noite, um elemento do governo prometeu que os salários seriam aumentados em novembro.

Bangladesh é o segundo exportador do mundo. Com 4.500 empresas, a indústria do vestuário responde por 80% das exportações anuais do país, no valor de 27 mil milhões de dólares.

Mas a maior parte dos trabalhadores ganha apenas 38 dólares mensais.