Última hora

Cientistas fazem mapa dos recifes de coral

Cientistas fazem mapa dos recifes de coral
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Na Austrália, uma equipa de mergulhadores recolhe informação sobre o estado dos recifes de coral.

O objetivo da missão é realizar um mapa dos oceanos, à semelhança do projeto Google Earth.

Os mergulhadores trabalham com câmaras panorâmicas e um sistema de geolocalização.

Os recifes de coral são um dos ecossistemas mais ameaçados no mundo.

“É muito importante que os países mais pobres tenham informações precisas sobre o estado dos recifes, porque muitos desses países dependem do turismo, da cultura e da gastronomia ligada aos recifes de coral”, considera o professor Hoegh-Guldberg, chefe da missão.

A informação recolhida pelos mergulhadores vai ser integrada numa enorme base de dados que estará disponível gratuitamente na Internet.

O aquecimento do planeta ameaça destruir metade dos recifes daqui a 2020.

Os investigadores afirmam que o desaparecimento desse ecossistema teria consequências gravíssimas para os países do Pacífico.

“Proteger os oceanos não é apenas proteger as praias, tem a ver com o próprio oxigénio que respiramos. O oceano absorve uma grande quantidade de calor e regula o nosso clima. E é também preciso ter em conta os alimentos que provêm dos oceanos… há mais de mil milhões de pessoas que dependem do peixe, não têm outras fontes de proteína”, explicou o chefe da missão.

Nas últimas décadas, os recifes têm vindo a deteriorar-se em várias partes do mundo, devido principalmente à sobrepesca, à poluição e às alterações climáticas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.