Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Áustria: Sociais democratas e conservadores à procura de novo mandato

Áustria: Sociais democratas e conservadores à procura de novo mandato
Tamanho do texto Aa Aa

6,4 milhões de austríacos votam hoje em legislativas que deverão, segundo as sondagens, reconduzir a grande coligação entre sociais democratas e conservadores.

Mas, depois de cinco anos marcados por escândalos de corrupção e querelas internas, a aliança, liderada pelo social-democrata, Weyner Freymann, poderá ser obrigada a acolher um terceiro partido.

Há quatro anos, os sociais democratas do SPO e os conservadores do OVP conseguiram 55% dos votos, resultado que parece agora pouco provável.

Se a maioria não for alcançada desta vez, os Verdes serão os novos parceiros mais prováveis. O partido fez uma campanha centrada na luta contra a corrupção. As sondagens atribuem-lhe cerca de 14% dos votos. A lider, Eva Glawischnig, já fez saber que está disposta a assumir o ministério do Ambiente.

Mas há que contar ainda com o novo pequeno partido liberal “Neos” que, se obtiver os 4% necessários para entrar no parlamento, pode tornar-se um potencial parceiro da coligação.

Numa campanha pouco entusiasta, a extrema-direita conseguiu ganhar novo fôlego. O FPÖ de Heinz Christian Strache deverá confirmar-se como terceira força política, creditada com cerca de vinte por cento dos votos.