Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Google mais perto do acordo com a Comissão Europeia

Google mais perto do acordo com a Comissão Europeia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Google apresentou à Comissão Europeia uma nova proposta para refinar o motor de pesquisas na Internet. Com isto, a empresa norte-americana poderá estar mais próxima de evitar uma multa a rondar os 5 mil milhões de dólares (cerca de 3,7 milhões de euros).

Em causa está um processo aberto por Bruxelas à Google, acusando a empresa norte-americana de aproveitar a posição privilegiada de que dispõe no mercado das pesquisas online para beneficiar os próprios produtos e serviços.

O Comissário Europeu para a Concorrência, o espanhol Joaquin Almunia, explicou esta terça-feira, no Parlamento Europeu, que a Google melhorou os compromissos propostos e que foram negociadas melhorias do respetivo motor de pesquisa. A proposta agora entregue deverá permitir resolver as questões de concorrência levantadas por Bruxelas e que deram origem à investigação europeia iniciada em 2010 ao gigante da Internet.

O próximo passo será ouvir outras partes interessadas no processo, estimando-se, a esta altura, que o acordo entre a Google e a Comissão Europeia possa ser finalizado em 2014. A quota de mercado da Google na Europa ronda, atualmente, os 90 por cento e nos Estados Unidos é de cerca de 70 por cento.