A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Itália: Revolta no partido de Berlusconi pode salvar governo

Itália: Revolta no partido de Berlusconi pode salvar governo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Berlusconi enfrenta uma revolta no seu partido. O vice-primeiro-ministro Angelino Alfano, considerado como o delfim de Il Cavaliere, apelou aos parlamentares do Povo da Liberdade (PDL) para votarem favoravelmente a moção de confiança ao governo chefiado pelo democrata Enrico Letta.

Os deputados e os senadores vão pronunciar-se esta quarta-feira. A crise política em Itália rebentou no sábado quando Silvio Berlusconi ordenou aos cinco ministros do PDL para abandonarem o executivo. O primeiro-ministro pediu então ao parlamento para votar um programa de governo até 2015.

Letta tem a maioria absoluta na câmara dos deputados mas faltam-lhe 24 votos no senado. A maioria pode ser alcançada com o apoio de senadores do Movimento 5 Estrelas descontentes com o rumo imposto por Beppe Grillo e com o voto favorável de quatro dezenas de senadores do PDL. Os mercados saudaram a perspetiva do fim da crise política em Itália.