A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Parlamento europeu "filtra" medidas duras contra consumo de tabaco

Parlamento europeu "filtra" medidas duras contra consumo de tabaco
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os cigarros eletrónicos vão continuar a ser vendidos nas tabacarias da União Europeia e a proibição do tabaco com sabores vai ser apenas temporária. O parlamento europeu rejeitou hoje aplicar as medidas duras propostas pela comissão europeia para reduzir o consumo de tabaco.

Uma decisão criticada pelos movimentos anti-tabagistas como uma concessão face à pressão dos lobbies do setor que, nos últimos meses, realizaram mais de 250 reuniões com membros do parlamento.

Os deputados propõem que os avisos sanitários ocupem apenas 65% dos maços de tabaco, quando a comissão defendia uma área de 75%. A proibição da venda de tabaco com sabores vai ser aplicada apenas durante um período de oito anos e a venda de cigarros eletrónicos só vai limitar-se às farmácias para os aparelhos que aleguem benefícios para a saúde.

A nova diretiva europeia sobre o tabaco deverá ser finalizada no final do ano se parlamento e comissão chegarem a um acordo sobre as medidas a adotar.