Última hora
This content is not available in your region

Neve cai em abundância nos Alpes

Neve cai em abundância nos Alpes
Tamanho do texto Aa Aa

A neve chegou cedo aos Alpes este ano. Um manto branco pouco comum neste princípio de outubro, mas não propriamente inesperado.

Os serviços de meteorologia previam, já há alguns dias, a sua chegada.

Nos Alpes franceses acumulou mais de 30 centímetros em diversos locais.

As vacas foram obrigadas a voltar aos estábulos mais cedo do que o costume:

“Esperamos sempre que não venha e depois nunca sabemos que altura vai ter. E isso é que é um pouco perigoso. Com cinco centímetros seria bom, mas aqui há 20 ou 30 e já é diferente, escorrega”, diz Chantal Pin.

Problemas logísticos, mas também um enorme prazer. Os criadores repetem estes gestos todos os invernos ao sabor dos caprichos da natureza:

“Estes são momentos que não perderíamos por nada. Mesmo que fosse preciso pagar, pagávamos, porque, apesar da neve, é um momento muito simpático. É especial”, refere Pierrick Horel.

Na Alemanha, na Baviera, a neve também caiu intensamente. As autoridades aconselharam as populações a ficarem em casa; as escolas e as creches encerraram.

Apesar dos distúrbios causados na vida quotidiana, as crianças aproveitaram o regresso prematuro à fantasia do inverno.

Menos felizes ficaram os automobilistas suíços, que enfrentaram um tapete de 80 centímetros de espessura, nos cantões de Grison e Glarus.

Enormes dificuldades e o caos nas estradas.