Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

A polémica homenagem em Itália

A polémica homenagem em Itália
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A homenagem às vítimas mortais do naufrágio em Lampedusa no início do mês está envolta em polémica. A começar pelo local escolhido:

A cerimónia decorreu na Sicília e os sobreviventes não foram autorizados a participar. Políticos e organizações não-governamentais falam de uma farsa.

Os imigrantes clandestinos não compreendem a atitude do executivo:

“Várias pessoas morreram neste naufrágio, entre elas estavam várias crianças. Muitas mulheres estavam grávidas e perderam a vida no mar.”

Sem pompa e circunstância os cerca de 400 mortos já foram sepultados em cemitérios italianos.

O reforço da vigilância impediu, este domingo, uma nova tragédia no Mediterrâneo. A guarda costeira italiana resgatou cerca de 250 imigrantes ao largo da Sicília. A embarcação tinha partido do Egito. Os imigrantes foram encaminhados para centros de acolhimento já sobrelotados.