Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Reino Unido: Primeira central nuclear construída sem dinheiro dos contribuintes britânicos

Reino Unido: Primeira central nuclear construída sem dinheiro dos contribuintes britânicos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Governo britânico deu “luz verde” à construção da primeira central nuclear no Reino Unido desde 1995.

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, disse que o projeto, que representa um investimento na ordem dos 19.000 milhões de euros, vai criar 25 mil postos de trabalho.

“O que acho interessante é que esta central nuclear não vai ter custos para os contribuintes britânicos. Não vamos ter que tirar dinheiro aos transportes ferroviários, hospitais e escolas. Pelo contrário, estamos a atrair investidores estrangeiros. Empresas francesas e chinesas vieram investir nesta infraestrutura e isso é um bom sinal”, afirmou David Cameron.

A decisão surgiu após um acordo com a francesa EDF, que ficará a cargo do projeto nuclear em Somerset, no sudoeste do país.

A empresa francesa vai encabeçar um consórcio, que inclui investidores chineses, para construir a central “Hinkley Point C”, em Somerset, a qual será dotada de dois reatores capazes de gerar energia a partir de 2023 para seis milhões de casas.

O Governo e a EDF mantêm negociações há mais de um ano sobre o preço a pagar à empresa francesa por produzir eletricidade.

Especialistas advertiram para a possibilidade de este projeto poder aumentar o preço da eletricidade a longo prazo.