A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Franceses sequestrados no Níger chegaram a casa

Franceses sequestrados no Níger chegaram a casa
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os franceses sequestrados no Níger em 2010 pela Al-Qaida do Magrebe Islâmico e libertados esta semana, chegaram a França.

Os quatro homens raptados em 16 de setembro de 2010 trabalhavam num complexo mineiro do gigante nuclear francês Areva, em Arlit, no Níger.

No aeroporto de Villacoublay, perto de Paris. Pierre Legrand, Daniel Larribe, Thierry Dol e Marc Féret, foram acolhidos por familiares e pelo Presidente da Republica, François Hollande.

“Quero exprimir a gratidão da França ao presidente Issufu do Níger. Foi ele e as suas equipas que estiveram nas negociações que conduziram à libertação dos reféns”, sublinhou o presidente francês.

Pierre Legrand, Daniel Larribe, Thierry Dol e Marc Féret preferiram não fazer declarações.

“Creio que ainda não é altura de falar”, disse Hollande.

No mesmo avião viajaram os ministros dos Negócios Estrangeiros, Laurent Fabius e da Defesa, Jean-Yves Le Drian.