A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Dezenas de cadáveres de imigrantes descobertos no deserto do Níger

Dezenas de cadáveres de imigrantes descobertos no deserto do Níger
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As rotas da imigração clandestina para a Europa voltam a provocar dezenas de mortos, desta vez no deserto do Níger.

As autoridades locais confirmaram a descoberta de 92 cadáveres, a maioria crianças, perto da fronteira com a Argélia.

Segundo os 21 sobreviventes, as vítimas teriam morrido de desidratação depois de terem sido abandonadas por traficantes após a avaria de uma das duas viaturas que transportava o grupo.

Os imigrantes, 32 mulheres e 48 crianças, teriam iniciado a viagem em setembro. Os primeiros corpos foram descobertos no início do mês, espalhados por uma área de mais de 20 quilómetros, junto à cidade de Arlit.

Segundo as autoridades locais a maioria do grupo teria como destino a costa do mediterrâneo, na rota da imigração clandestina para a Europa, que já provocou centenas de mortos, desde o início do ano.