Última hora
This content is not available in your region

Alemanha avança com registo de bebés com sexo indeterminado

Alemanha avança com registo de bebés com sexo indeterminado
Tamanho do texto Aa Aa

O registo de bebés com género indeterminado já é possível na Alemanha.

O país torna-se, assim, o primeiro na Europa a reconhecer legalmente a ambiguidade genital. Uma indefinição que afeta uma em cada mil e quinhentas crianças.

Uma mais-valia para os pais que até agora tinham de determinar à nascença o sexo das crianças, mas não só.

“A intersexualidade não é uma doença, mas uma variante da natureza. O termo é usado de diferentes formas. Em alguns casos está associado ao tratamento, mas quando falamos de uma cirurgia dos órgãos genitais é importante esperar para que a própria pessoa possa decidir” afirma Katinka Schweizer da Universidade de Hamburgo.

Uma decisão que crianças com traços genéticos hormonais e físicos que não são exclusivamente masculinos ou femininos podem tomar mais tarde.

O chamado terceiro género já é reconhecido na Austrália, Nova Zelândia e no Nepal.