A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Ataques americanos com drones radicalizam paquistaneses

Ataques americanos com drones radicalizam paquistaneses
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O ataque de um avião não tripulado no Waziristão do Norte que matou um líder taliban, ocorre numa altura em que o governo paquistanês tenta estabelecer um acordo de paz para região.

As reações da população contra a morte de Hakimullah Mehsud são por isso muito negativas e radicaliza ainda mais o sentimento de ódio em relação aos Estados Unidos.

“Em tais circunstâncias, o processo de diálogo é difícil, agora que Hakimullah foi morto, os Talibãs não vão querer diálogar connosco.Como podemos continuar a discutir sobre paz? O diálogo só pode ocorrer quando há paz de ambos os lados, e quando não há ataques aéreos “.

“Ataques com drones não é bom. Na verdade, a morte de Hakimullah Mehsud num ataque deste tipo é prejudicial para o nosso país, bem como para os muçulmanos.”

Mehsud, que estaria por trás de um fracassado atentado com carro-bomba na Times Square, em Nova York, bem como ataques dentro do Paquistão, tinha a reputação de ser um cruel inimigo.