A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Candidato às municipais do Kosovo agredido

Candidato às municipais do Kosovo agredido
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A OSCE, Organização para a Segurança e Cooperação na Europa já condenou a agressão de um candidato às municipais do Kosovo deste domingo.

Trata-se do primeiro incidente na contagem decrescente para as eleições que os sérvios do norte do território ameaçam boicotar. Cerca de 40 mil vivem na região limítrofe da Sérvia onde a liderança albanesa não exerce praticamente qualquer controlo.

O Kosovo declarou unilateralmente a independência em 2008 que Belgrado não reconhece. No entanto, e durante a campanha eleitoral, a Sérvia apelou à participação no escrutínio que decorre após a assinatura de um acordo de normalização das relações entre Belgrado e Pristina. Um acordo que promete aproximar a Sérvia da União Europeia.

“O acordo mediado por Bruxelas legaliza e institucionaliza as divisões étnicas entre sérvios e albaneses kosovares. Para que esta divisão funcione é necessário criar uma estrutura legal que estabeleça a formação de uma associação de municípios sérvios que, a meu ver, e se não for posta em prática nos próximos 5 a 10 anos pode conduzir à divisão do Kosovo” afirma um analista.

Uma associação composta por municípios do Kosovo com maioria sérvia com competências em áreas que vão desde a saúde até à educação.