A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Corpos dos jornalistas assassinados no Mali já estão em França

Corpos dos jornalistas assassinados no Mali já estão em França
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Chegaram na manhã desta terça-feira, ao aeroporto, Charles De Gaule, em Paris, os corpos dos dois jornalistas da Rádio France Internacional, assassinados no Mali.

À espera, além das famílias, estavam o presidente François Hollande, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Laurent Fabius e uma delegação dos jornalistas da RFI.

Em Bamako, a capital do Mali, decorreu, ontem, uma manifestação de tributo aos jornalistas, Ghislaine Dupont e Claude Verlon.

Foram assassinados à porta da casa de um líder tuaregue, na cidade de Kidal, depois de o terem entrevistado.

Os corpos foram encontrados horas mais tarde, a 12 quilómetros de distância, por uma patrulha do exército francês.

Foi desencadeada de imediato uma caça ao homem que já produziu efeitos. Estão detidos 10 suspeitos.

A França anunciou, entretanto, o reforço da sua missão militar, no Mali, com o envio de mais 150 homens.