Última hora
This content is not available in your region

Sea Shepherd tenta anular injunção ordenada por tribunal americano

Sea Shepherd tenta anular injunção ordenada por tribunal americano
Tamanho do texto Aa Aa

Em Seattle, nos Estados Unidos, o militante ecologista canadiano Paul Watson tentou perante a justiça anular a injunção que obriga as embarcações da organização Sea Shepherd, por si fundada, a manterem-se à distância dos baleeiros japoneses.

A Sea Shepherd, criada em 1977, persegue incessantemente os baleeiros nipónicos na tentativa de acabar com o massacre daqueles cetáceos.

Os japoneses argumentam que a Sea Shepherd violou uma ordem de um Tribunal americano para que as embarcações daquela organização não se aproximassem menos de 475 metros dos baleeiros.

A Sea Shepherd tem vindo de forma constante a tentar abalroar navios da frota pesqueira japonesa que acusam de caçar baleias ilegalmente, tubarões e outras espécies de animais marinhos em perigo. O Japão acusou a Sea Shepherd de ser um grupo terrorista.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.