A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Uma aldeia (quase) finlandesa na província húngara

Uma aldeia (quase) finlandesa na província húngara
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Uma pequena aldeia perdida no sul da Hungria está a ser invadida por finlandeses e os locais estão a acolhê-los de braços abertos.

Geresdlak tem apenas 900 habitantes, mas setenta são da Finlândia. Por isso houve quem tivesse decidido aprender a língua e a cultura dos forasteiros.

A economia da vila floresce, tanto no setor do imobiliário, como no do turismo. Pelo menos 24 casas foram compradas pelos nórdicos, habitações usadas por 2 a 3 famílias por ano.

Tibor Habjánecz, presidente da Câmara, afirma que “a maioria dos visitantes já fala um pouco de húngaro, e por isso é que foi quase obrigatório para aprenderem o finlandês”, diz o autarca, que também frequenta o curso.

A família Juuti comprou uma casa aqui há 3 anos. E porquê? “Nós adoramos isto, exatamente. Adoramos as pessoas, elas são tão simpáticas e prestáveis. Temos imensos amigos daqui”, refere Satu Juuti.

E se um dia estiver na Hungria e lhe apetecer uma boa sauna ao melhor estilo nórdico, já sabe, pode ir até Geresdlak.

“O nome desta estrada já está escrito em duas línguas. Apesar do húngaro e do finlandês derivarem da mesma família linguística, são muito diferentes e são poucas as pessoas na Hungria que conhecem bem o finlandês. É por isso que a história desta acolhedora aldeia é tão especial”, conclui a correspondente da Euronews, Andrea Hajagos.