Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Noite de Cristal para lembrar o horror

Noite de Cristal para lembrar o horror
Tamanho do texto Aa Aa

Em 1938, Adolf Hitler estava no poder há cinco anos, na Alemanha.
Instaurou o Terceiro Reich , um regime totalitário baseado na personalidade carismática da pessoa, que fez chamar “ Führer”, e do nazismo, doutrina fascista fundada na Alemanha com base no racismo e no antisemitismo.

No dia 7 de novembro de 1938, Ernst vom Rath, secretário da embaixada alemã, em Paris, à esquerda, foi assassinado por um jovem judeu polaco, Herschel Grynszpan, de quem a família tinha sido expulsa da Alemanha.

Foi este episódio isolado que serviu como pretexto para acusar a comunidade judaica mundial e organizar violentas represálias contra os judeus, apresentadas como manifestações espontâneas da ira popular. Um grande “pogrom” conhecido como Noite de Cristal.

Na noite de 9 para 10 de novembro, centenas de sinagogas foram incendiadas, os cemitérios judaicos foram profanados, mais de 7.500 lojas foram destruídas e saqueadas, e centenas de pessoas foram mortas. Entre 30 a 35 mil judeus do sexo masculino foram presos e deportados.

A noite ficou marcada na memória dos alemães, que a comemoram todos os anos.

Em 2008, quando se celebraram 70 anos, a chanceler alemã disse, como noutras circunstâncias, “Nunca Mais”.

Angela Merkel – Não se pode dar mais nenhuma oportunidade ao racismo e ao antisemitismo na Alemanha e na Europa!

Historicamente, a Noite de Cristal foi mais do que uma noite: anunciou as leis antisemitas, a expropriação dos bens dos judeus, o que os privou de meios de subsistência e os excluiu da sociedade.

Foram proibidos de exercer profissões liberais, entrar em todos os centros culturais e até a carta de condução e os automóveis lhes foram apreendidos.
As leis antisemitas tiveram como objetivo isolar os judeus alemães, deportá-los para os campos de concentração e por fim, aplicar-lhes a solução final.
A Noite de Cristal foi o prenúncio da estratégia do extermínio étnico, foi o genocídio gravado na História como Holocausto.