Última hora

Arábia Saudita reprime clandestinos

Arábia Saudita reprime clandestinos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades da Arábia Saudita têm em curso uma campanha de repressão contra a imigração ilegal.

A acção é destinada “aos estrangeiros que se instalaram por conta própria mas em situação irregular depois da expiração dos vistos de peregrinação a Meca.

Mais de quatro milhões de imigrantes aproveitaram a amnistia dada pelo governo para regularizar a situação antes desta fase repressiva que tem provocado confrontos e cenas de violência na rua.

Os últimos incidentes provocaram a morte a três etíopes e levaram a duas dezenas de detenções.

Esta onda de violência foi a primeira, depois da polícia ter começado a expulsar os clandestinos findo o prazo a 4 de Novembro de sete meses fixados para se legalizarem ou abandonarem o reino.

Apesar de inúmeras reclamações contra atrasos no processamento das licenças, as autoridades já deram início esta semana a rusgas policiais.

Na Arábia Saudita cerca de 9 milhões, dos 28 milhões de habitantes, são estrangeiros.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.