Última hora
This content is not available in your region

Itália: Alfano abandona partido de Berlusconi

Itália: Alfano abandona partido de Berlusconi
Tamanho do texto Aa Aa

Angelino Alfano vira costas a Silvio Bersluconi e prepara-se para formar um novo partido. O vice-primeiro-ministro italiano afirmou que não vai fazer parte do recém-lançando Forza Italia do “il cavalieri”.

Alfano afirma que as divergências internas do Povo da Liberdade o levam a sair e a criar um novo movimento político, o “Nuovo Centrodestra”.

A cisão entre Alfano e Berlusconi pode significar uma maior estabilidade do governo de Enrico Letta. Berlusconi tinha ameaçado que caso seja expulso do parlamento, como foi ordenado por um tribunal italiano, o seu partido, que faz parte da coligação que apoia o executivo, deveria demitir-se, provocando novas eleições.

As divergências no seio do PDL ficaram evidentes depois de ter sido votada por unanimidade o retorno do Forza Italia, numa reunião marcada pela ausência de Angelino Alfano e os restantes quatro ministros que fazem parte da coligação governativa.

Silvio Berlusconi fundou o Forza Italia quando entrou para a política em 1994, com os executivos da sua holding Fininvest.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.