Última hora
This content is not available in your region

Acidente de comboio no Egito faz 26 mortos

Acidente de comboio no Egito faz 26 mortos
Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos 26 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas, no Egito, consequência de uma colisão entre um comboio de mercadorias e um camião e um miniautocarro.

O acidente ocorreu numa passagem de nível, a sul do Cairo. Segundo as testemunhas e as primeiras investigações, as cancelas estavam levantadas.

“O camião seguia normalmente, o guarda da passagem de nível não estava lá, as campainhas não estavam a tocar, os semáforos vermelhos também não funcionavam, e o comboio embateu no camião e no miniautocarro”, explica uma testemunha.

Esta versão é desmentida pela empresa de caminhos-de-ferro egípcios, que diz que foram os veículos que forçaram a passagem quando as cancelas estavam a ser abaixadas, nesta zona desértica, 45 quilómetros a sul da capital.

“O desrespeito das regras de segurança, incluindo a falta de manutenção regular, é uma das principais razões para os acidentes de comboio, aqui no Egito, o que leva os egípcios a chamarem-lhes os “comboios da morte”, explica o correspondente da euronews, no Egito, Mohammed Shaikhibrahim.

Em janeiro último, 17 pessoas morreram num descarrilamento; e em novembro de 2012, 47 alunos faleceram, quando o autocarro escolar colidiu com um comboio. Este acidente obrigou o ministro dos Transportes a demitir-se, assim como o diretor dos caminhos-de-ferro.

Mas o pior acidente foi em 2002, quando mais de 360 pessoas morreram num incêndio de um comboio, no Egito.