Última hora
This content is not available in your region

Caso de esclavagismo choca Reino Unido

Caso de esclavagismo choca Reino Unido
Tamanho do texto Aa Aa

Reino Unido está chocado com o caso agora divulgado de três mulheres retidas como escravas durante três décadas, em Londres.

A polícia deteve um homem e uma mulher, alegadamente proprietários da casa onde as mulheres estavam cativas, mas os suspeitos vão aguardar o final do inquérito em liberdade.

O chefe da Unidade de Tráfico Humano da Polícia Metropolitana, Kevin Hayland afirma:

“Vimos casos de pessoas escravizadas durante dez anos, mas nunca vimos nada desta magnitude antes”.

As mulheres retidas como escravas, uma tem 69 anos e é de origem malaia, outra tem 57 anos e é de origem irlandesa. A terceira, de 30 anos, terá, supostamente, nascido em cativeiro.

“Estou chocada mas não estou surpreendida” – afirma uma londrina. “Tenho estado a pensar acerca da facilidade com que uma coisa destas pode acontecer em Londres. Fiquei muito triste ao saber o que estas mulheres sofreram mas, infelizmente, não estou surpreendida.”

No mês passado, uma ONG britânica estimou em 4200 a 4600 o número de pessoas vítimas de esclavagismo moderno, como trabalho forçado, tráfico de seres humanos ou casamentos forçados, no Reino Unido.