Última hora
This content is not available in your region

Papa Francisco publica "guião" pontifical

Papa Francisco publica "guião" pontifical
Tamanho do texto Aa Aa

No primeiro texto inteiramente escrito pela sua mão, o papa Francisco tece uma dura crítica aos mercados, faz uma autocrítica ao governo da Cúria e reitera a posição doutrinal da Igreja sobre o aborto e a ordenação das mulheres. Em “A Alegria do Evangelho”, o papa Francisco traça as linhas de um programa pontifical no qual consagra várias passagens à obrigação dos fiéis e dos padres em agir contra a pobreza. O sistema económico mundial é duramente criticado e a especulação é elevada à condição de “nova tirania invisível”. No documento de 160 páginas, o sumo pontífice defende mais poder para as conferências episcopais, mesmo em questões doutrinais. As questões sexuais como a pedofilia ou a contraceção não são evocadas neste texto.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.