A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Funcionários dos CTT estão em greve

Funcionários dos CTT estão em greve
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os distúrbios marcaram o início de mais uma greve dos funcionários dos CTT- Correios de Portugal contra a privatização. A polícia interveio para dispersar funcionários, sindicalistas e deputados que impediam a saída dos camiões do centro de distribuição de Cabo Ruivo, ontem à noite. Hoje, é a guerra dos números.

Os sindicatos falam de uma adesão de quase 80%. Já a administração avança com 18,5%. Afirma que as mais de 600 lojas estão abertas e a maioria dos carteiros distribui o correio.

O governo espera ter concluída a privatização dos CTT na próxima semana e a forte procura leva a crer que as ações poderão tocar o valor máximo de 5,50 euros previsto pelo executivo>>

Entretanto, o Banco de Portugal anuncia ter aprovado a criação de um Banco Postal integrado nos CTT, mas a decisão final só será tomada após a assembleia geral da empresa, marcada para 28 de fevereiro.