A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Ianukovitch quer a UE mas a Rússia está primeiro

Ianukovitch quer a UE mas a Rússia está primeiro
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Rejeitado o acordo de associação com a União Europeia, o presidente ucraniano, Viktor Ianukovitch, explicou que Kiev não está a voltar as costas a Bruxelas mas deixou claro que as relações com Moscovo continuam a ser prioritárias:

“Os nossos planos não mudaram. Acreditamos (que poderemos assinar o acordo) depois de mais algum trabalho para encontrar soluções para os nossos problemas económicos; quando tivermos a oportunidade de assinar uma parceria estratégica com a Rússia e fizermos tudo o que temos de fazer para que se possam estabelecer relações normais entre a União Europeia, a Rússia e a Ucrânia. É essa, a nossa missão”, afirmou.

Em comunicado, Ianukovitch reafirmou a intenção de assinar o acordo com a União Europeia “num futuro próximo”, mas primeiro quer que os “parceiros europeus deem passos decisivos na direção da Ucrânia, em termos de desenvolvimento e de um programa de ajuda financeira e económica”.