Última hora

O grito de socorro dos elefantes

O grito de socorro dos elefantes
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Delegados de 25 países Africanos e cinco países asiáticos reuniram-se em Gaborone, Botswana, para tentar pôr fim à matança de elefantes em África.

Este ano 20 000 animais foram abatidos ilegalmente em áreas protegidas por causa das suas presas em marfim.

Ian Khama, presidente de Botswana explica: “O facto é que este nível de ilegalidade é insustentável. Estima-se que em 2012 um mínimo de 20 000 elefantes foram mortos ilegalmente”.

Os principais países envolvidos no comércio de marfim, incluindo a China e a Tailândia, prometeram criminalizar o tráfico de animais selvagens e promover ações para desencorajar o comércio.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.