Última hora
This content is not available in your region

As guerras escondidas dos Estados Unidos em "Dirty Wars"

As guerras escondidas dos Estados Unidos em "Dirty Wars"
Tamanho do texto Aa Aa

Premiado no Festival Sundance “Dirty Wars” de Rick Rowley é uma investigação sobre as guerras escondidas dos Estados Unidos, em vários países, nomeadamente no Afeganistão e na Somália.

O jornalista Jeremy Scahill, co-argumentista do filme, questiona a política anti-terrorista de Washington.

“Terminámos o filme com uma série que questões que já deviam ter sido colocadas há muito tempo. Já passaram doze anos depois dos ataques de 11 de setembro. Até que ponto estamos dispostos a abdicar de princípios básicos de liberdade em nome da segurança? Qual é a relação entre garantir a segurança e respeitar a liberdade das pessoas? Chegámos a um momento crítico sobretudo porque o presidente Obama venceu o prémio nobel da paz e é um especialista em direito constitucional e ao mesmo tempo legitima alguns dos piores aspetos do regime contra-terrorista de Bush e Cheney.”

“Não creio que a objetividade exista. É um conceito falso imposto aos jornalistas. A minha ideia era permitir que o público pudesse compreender o que é o trabalho de jornalista”, acrescentou o jornalista.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.