Última hora

Última hora

Escultura com 2500 anos roubada vai regressar ao Cairo

Em leitura:

Escultura com 2500 anos roubada vai regressar ao Cairo

Escultura com 2500 anos roubada vai regressar ao Cairo
Tamanho do texto Aa Aa

Detectado na Bélgica por um perito, um fragmento que representa a filha de um faraó e que faz parte de uma escultura mais complexa, com 2500 anos, foi avaliado em 200 mil a 300 mil euros.

É um dos milhares de vestígios arqueológicos pilhados no Egito, durante a Primavera Árabe, como recorda o embaixador Ihab Fawzy.

“Esta peça pertence ao Museu do Cairo, que foi roubado em 2011, durante a primeira revolução. É parte de um artefato composto por duas estátuas. A outra parte ficou no museu do Cairo e, com o regresso desta, a estatueta original fica completa, o que é muito importante”, diz.

Em faiança verde, o fragmento representa a filha do famoso faraó Akhénaton, que governou o Egito cerca de 1.500 anos antes de Cristo.

Tal como ela, outros 90 itens foram repatriados de Jerusalém, França, Grã-Bretanha e Alemanha só no último mês.