Última hora

Última hora

Liga dos Campeões: Pelo menos dois candidatos ficam já pelo caminho

Em leitura:

Liga dos Campeões: Pelo menos dois candidatos ficam já pelo caminho

Liga dos Campeões: Pelo menos dois candidatos ficam já pelo caminho
Tamanho do texto Aa Aa

As dezasseis equipas que se mantém em busca do título mais cobiçado do futebol europeu ficaram a conhecer o seu destino esta segunda-feira, com a realização do sorteio dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões em Nyon, na Suíça.

Há jogos grandes que irão deixar já alguns dos candidatos pelo caminho, outros que permitem as equipas menos grandes manterem vivo o seu sonho.

O campeão europeu Bayern de Munique irá defrontar o Arsenal num dos jogos mais atractivos. As duas equipas mediram forças no ano passado e foram os alemães a seguir em frente devido aos golos fora. Ambos lideram os seus campeonatos e têm vindo a fazer uma excelente temporada.

O duelo entre Manchester City e Barcelona é um dos maiores destaques. Messi, Neymar e as outras estrelas azul grenat terão de estar ao seu melhor nível para deixar pelo caminho o poderoso e milionário clube inglês, onde Pellegrini tem à disposição craques como Agüero, Silva, Negredo, Touré, Jesus Navas…

O Real Madrid teve mais sorte que o Barça e irá defrontar o Schalke, uma das equipas mais pretendidas no sorteio. Os merengues, com Ronaldo em grande forma, são favoritos a seguir em frente mas as equipas germânicas têm colocado bastantes problemas ao Real nos últimos anos, sem dúvida um factor a ter em conta.

O Atlético de Madrid, uma das melhores equipas na fase de grupos, discute um lugar nos quartos com o Milan, a única equipa italiana ainda em prova. Os colchoneros têm feito uma temporada memorável com Diego Costa em grande nível. Os rossoneri continuam a sua penosa reconstrução mas contam com estrelas como Balotelli, Robinho e Kaká.

As duas equipas não se defrontam desde as meias-finais da Taça Latina de 1951, ganha pelos transalpinos.

Também num processo de reconstrução e a meio de uma crise desportiva, o Zenit defronta o Borussia Dortmund, finalista vencido o ano passado e também a atravessar uma crise de resultados. Quase metade da equipa está lesionada. O duelo deverá ser decidido a favor do clube que conseguir dar primeiro o pontapé na crise.

No Manchester United – Olympiacos, ambas as equipas se podem dar por satisfeitas com o sorteio. Os ingleses, sob o comando de David Moyes, ainda não são a mesma equipa da era de Alex Fergusson. O Olympiacos, que lidera tranquilamente o campeonato grego e com o experiente Saviola no ataque, terá certamente uma palavra a dizer.

O mesmo pode ser dito do Chelsea – Galatasaray. O clube inglês não tem impressionado nos últimos tempos, enquanto os turcos mostraram todo o seu valor ao deixarem pelo caminho os italianos da Juventus.

O Paris Saint-Germain conseguiu evitar os pesos pesados ingleses e irá defrontar uma das equipas mais desejadas, o Bayer Leverkusen. Os alemães sabem que não são favoritos, mas o segundo lugar que ocupam na Bundesliga, atrás apenas do Bayern, mostra todo o potencial da equipa.

Os dados estão lançados. O melhor futebol do Velho continente regressa a 18 de fevereiro.