Última hora

Muçulmano da Marks & Spencer recusa vender champanhe

Muçulmano da Marks & Spencer recusa vender champanhe
Tamanho do texto Aa Aa

Em Londres, Um trabalhador muçulmano da Marks & Spencer recusou-se a vender champanhe a um cliente porque a sua religião, o Islão, não lhe permite “mexer em álcool”. A cadeia de distribuição já pediu desculpa pela “confusão” depois de inúmeros protestos da parte de clientes nas redes sociais.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.