A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Argentinos protestam contra cortes no abastecimento de água e energia

Argentinos protestam contra cortes no abastecimento de água e energia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Na Argentina, os residentes da capital, Buenos Aires, saíram às ruas para protestarem contra os cortes no abastecimento de energia e água.

A capital enfrenta a maior onda de calor dos últimos 43 anos com os termómetros a ultrapassarem os 40 graus centígrados.

Os cortes no abastecimento de energia já duram há 14 dias e os residentes queixam-se da falta de resposta por parte das empresas de abastecimento.

De acordo com o ministério federal de planeamento, no sábado o consumo de energia bateu recordes.

Segundo um alto funcionário governamental, o executivo estaria a considerar a aplicação de multas às empresas ou mesmo a nacionalização.

Estima-se que só na região de Buenos Aires 800 mil pessoas estejam a ser afetadas.

O setor energético da Argentina tem sido afetado por falta de investimentos e aumento da procura.

Os críticos afirmam que a atual situação se deve à política de subsídios e congelamento de preços ao consumidor que tornam pouco rentáveis os investimentos na modernização da rede.