Última hora

Oposição treina para a "paralisação total" de Banguecoque

Oposição treina para a "paralisação total" de Banguecoque
Tamanho do texto Aa Aa

A oposição tailandesa desceu esta quinta-feira às ruas de Banguecoque, numa espécie de aquecimento para a manifestação que quer paralisar a capital na segunda-feira, dia 13 de janeiro.

Os protestos regressaram à Tailândia em novembro, depois do governo de Yingluck Shinawatra ter aprovado uma lei que iria permitir a amnistia do seu irmão, o antigo primeiro-ministro Thaksin Shinawatra, condenado por corrupção e que vive exilado.

A oposição promete não arredar pé das ruas até que a chefe do executivo apresente a demissão.

Shinawatra tentou acalmar os ânimos, dissolvendo o parlamento e convocando eleições para 2 de fevereiro. Mas os manifestantes consideram que as políticas dos Shinawatra distorceram a democracia e querem instaurar um “conselho popular” para levar a cabo uma “reforma política” antes de convocar novas eleições.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.