Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Pedofilia: Santa Sé escrutinada pelas Nações Unidas

Pedofilia: Santa Sé escrutinada pelas Nações Unidas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Pela primeira vez a Santa Sé é o alvo de um escrutínio público. Em Genebra, perante o Comité das Nações Unidas para os Direitos das Crianças, o Vaticano afirmou não existir “desculpa possível para os casos de pedofilia e violência contra menores no interior da igreja católica”.

O órgão da ONU avalia como a Santa Sé está a cumprir a convenção dos direitos das crianças.

“A Santa Sé está também empenhada a ouvir atentamente as vítimas de abusos e a responder às consequências que esses episódios tiveram nos sobreviventes e nas famílias”, declarou Silvano Tomasi, chefe da delegação do Vaticano.

Um representante da Rede de Sobreviventes dos Abusos dos Padres (SNAP) explica o que gostariam que acontecesse. “Gostaríamos de criar uma cultura em que as pessoas podem colocar questões para serem protegidas, para que mais ninguém sofra o que nós sofremos. Por isso, não haverá justiça para nós, mas felizmente, haverá justiça para as gerações futuras”, declarou Miguel Hurtado.

A autoridade moral da igreja foi minada nos últimos anos pelos escândalos sexuais revelados em vários países. A alta hierarquia do Vaticano tenta agora minimizar os estragos.