Última hora
This content is not available in your region

Pregador pede fim de guerra entre fações islâmicas na Síria

Pregador pede fim de guerra entre fações islâmicas na Síria
Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 1.000 pessoas morreram em duas semanas de combates entre militantes ligados à Al-Qaida e rebeldes rivais, na Síria.

Desde 03 de janeiro, rebeldes, revoltados com as atrocidades atribuídas ao Estado Islâmico do Iraque e do Levante ligado à Al-Qaida, e desejosos de hegemonia, voltaram as armas contra o seu ex-aliado na luta contra o regime, no norte do país.

O pregador islâmico Abu Qatada, acusado de “terrorismo” na Jordânia, exortou os rebeldes e os jihadistas a porem fim à luta entre fações islâmicas.

Após 10 anos de batalha legal, Abu Qatada foi extraditado do Reino Unido para Jordânia em julho. Deverá ser julgado a trinta de janeiro.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.