A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

ONU condena atentado talibã em Cabul

ONU condena atentado talibã em Cabul
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As Nações Unidas condenadaram com vigor o atentado de ontem em Cabul, que matou 21 pessoas, entre as quais 13 cidadãos estrangeiros.

Entre as vítimas está um representante do FMI no país, três elementos da ONU, dois cidadãos britânicos – um deles candidato às próximas eleições europeias – dois canadianos e dois libaneses.

“Condenamos vigorosamente este tipo de ataques. Isto é inaceitável e tem que acabar imediatamente. Os compromissos da ONU com o Afeganistão não vão mudar. A ONU está no Afeganistão há várias décadas e vai continuar com o compromisso de ajudar o Afeganistão a transitar para a paz e estabilidade”, afirmou o responsável da Unidade de Comunicação Estratégica da ONU, Ari Gaitanis.

Apesar da frequência deste tipo de ataques, o porta-voz do ministro afegão do Interior manifestou otimismo nas capacidades das forças de segurança:

“Este é um nível de ameaça do qual temos um bom conhecimento, e estamos a trabalhar muito para garantir que poderemos preveni-la ou eliminar as raízes deste tipo de ataques”.

O ataque, reivindicado pelos talibãs, ocorreu num restaurante libanês muito frequentado pela comunidade estrangeira. Cabul está agora sob fortes medidas de segurança.