Última hora
This content is not available in your region

Filipinos tentam impedir destruição de favela

Filipinos tentam impedir destruição de favela
Tamanho do texto Aa Aa

Indignados, dezenas de filipinos tentaram travar a destruição de uma favela, em Quezon, perto de Manila.

Em 2013 o governo declarou guerra às construções ilegais nos arredores da capital das Filipinas, mas a população afetada não se conforma.

Para o local está já prevista a construção de uma estrada. Um projeto contestado por cerca de 50 famílias.

À chegada a polícia foi recebida com pedras e garrafas. Uma ação que os habitantes justificam desta forma:

“Eles lançaram gás lacrimogéneo e forçaram-nos a sair de casa. Depois destruíram tudo”, afirma uma mulher.

“Esta noite vamos dormir na rua o que não é fácil dada a imprevisibilidade das condições atmosféricas. Estou preocupado com a minha família, sobretudo, com o meu filho”, acrescenta um homem.

Fontes governamentais garantem que as cerca de 50 famílias já foram realojadas.

Durante os confrontos pelo menos duas pessoas ficaram feridas.

O número de favelas nos arredores de Manila tem vindo a diminuir desde 2013.