Última hora

FEMEN detidas em Bruxelas durante protesto contra Putin

FEMEN detidas em Bruxelas durante protesto contra Putin
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Desnuda como habitual, uma das ativistas do grupo feminista FEMEN resolveu mascarar-se de Estaline, o ditador soviético, ao qual é comparado o atual presidente russo, Vladimir Putin.

O protesto, esta terça-feira, em Bruxelas, visou criticar o facto da União Europeia realizar mais uma cimeira com a Rússia.

A crise na Ucrânia é exatamente o tópico central da reunião, mas a FEMEN acredita que Moscovo não tem apenas um papel político, mas que intefere naquele país de forma violenta.

Uma das ativistas disse que “os serviços secretos e as forças especiais da Rússia, disfarçados de polícias de choque ucranianos, têm parte ativa na repressão das pessoas que protestam na Praça da Independência”.

A polícia belga acabou por intervir e deteve as ativistas do grupo, que foi criado na Ucrânia, em 2008, mas que tem sede em Paris desde o Verão passado, alegando perseguição do regime de Viktor Ianukovich.

  • Femen protest in Brussels

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.