Última hora

Dinamarca abate girafinha por não ter património genético "interessante"

Dinamarca abate girafinha por não ter património genético "interessante"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Marius era uma girafa de um ano e meio. Foi abatido, este domingo, no jardim zoológico de Copenhaga, apesar dos protestos dos ativistas dos direitos dos animais.

A autópsia foi realizada em público e os seus restos mortais usados para alimentar as feras. (Atenção, o vídeo desta peça contém imagens que podem chocar os mais sensíveis.)

O zoo considerou que o animal, em perfeita saúde, não tinha um património genético “interessante”. Abateu-o para evitar riscos de consanguinidade.

A hipótese da castração foi descartada, devido aos efeitos colaterais; assim como a reintrodução no meio natural, já muito difícil, já que os países africanos não estão interessados em acolher girafas.

Um zoo sueco e outro inglês dizem ter feito propostas para acolher o animal, mas não obtiveram resposta da Dinamarca.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.