A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Desemprego recua na Alemanha

Desemprego recua na Alemanha
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Novas melhorias no mercado do trabalho na Alemanha. Em fevereiro, segundo os dados corrigidos de variações sazonais, o número de desempregados recuou 14 mil. A Alemanha tem 2,914 milhões de pessoas sem trabalho, o número mais baixo desde setembro de 2012.

A taxa manteve-se nos 6,8%, segundo os dados corrigidos, e nos 7,3%, tendo em conta os dados brutos.

O presidente da Agência alemã do Emprego, Frank-Jürgen Weise, destaca um “aumento do emprego e das contribuições para a segurança social, uma subida da procura de mão-de-obra e uma melhoria das perspetivas para os desempregados”.

A maior economia da zona euro tem cerca de 42 milhões de pessoas a trabalhar, um valor recorde.

O mercado laboral é impulsionado pela procura interna, que o governo espera que continue a fomentar o crescimento.

A confiança dos consumidores alemães atinge máximos de sete anos.