Última hora

Militares russos terão apreendido armas em bases militares da Crimeia

Militares russos terão apreendido armas em bases militares da Crimeia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Por mar, terra e ar aumentam os sinais de que pode estar para breve uma investida militar na Crimeia.

Este domingo, os soldados russos terão apreendido armas em várias bases militares da península ucraniana. O Kremlin apresenta outra versão e afirma que os soldados ucranianos se juntaram a Moscovo.

Nesta altura, as tropas russas ocupam cidades, aeroportos e estradas da república autónoma da Crimeia e contam com o apoio de uma grande parte da população.

À semelhança do que aconteceu na Praça da Independência, em Kiev, também, aqui as pessoas estão organizadas em pequenos grupos. Preparam-se para defender um território que, por razões históricas e culturais, consideram estar mais próximo de Moscovo.

O exército ucraniano está em alerta máximo. O governo decidiu, entretanto, mobilizar os soldados que se encontram na reserva.

Para os analistas o que está em causa na Crimeia é uma guerra de palavras.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.