Última hora

Armada russa de olhos postos na Crimeia

Armada russa de olhos postos na Crimeia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Enquanto o novo primeiro-ministro interino da Ucrânia garante que a Crimeia não será nunca cedida a ninguém, homens armados vestidos com uniformes não identificados continuam a cercar bases das forças armadas ucranianas, naquela região autónoma do país.

Segundo fontes locais, os homens armados reivindicam que os militares ucranianos se rendam e entreguem as armas, nesta península do sul da Ucrânia, que serve de porto de abrigo a parte da frota russa do mar Negro.

Aliás, em comunicado, a guarda-costeira ucraniana deu a conhecer a existência de manobras dos navios de guerra russos, no estreito de Kerch, que separa a Crimeia da Rússia.

Um agrupamento de blindados, do outro lado da fronteira, foi igualmente assinalado. Tudo indica que os tanques estão reunidos num porto de ‘ferries’ russo.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.