A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Aplicação para esquiadores

Aplicação para esquiadores
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um aplicação chamada “Edge” permite encontrar os melhores sítios para esquiar com base num sistema de geolocalização.

A ideia foi desenvolvida por dois estudantes do Eton College em Windsor, no Reino Unido.

A aplicação fornece informação sobre a velocidade do esquiador, a distância percorrida e o desnível das pistas.

“Há muitos sensores no mercado, as pessoas estão interessadas em obter informação sobre a prática de desporto. Querem saber a velocidade que atingiram quando dão um salto, a distância vertical, a altitude e todo o tipo de informação a que antes não conheciam”, disse Ed Hardy, um dos jovens de 17 anos responsável pela aplicação.

A tecnologia reúne informações sobre mais de 600 estações de esqui, não apenas ao nível das pistas mas também sobre restaurantes, aluguer de material e atividades de lazer.

“É super divertido. Fazer snowboard é bom mas é ainda melhor poder medir a velocidade”, disse a holandesa Susanne Matena.

A informação pode depois ser partilhada nas redes sociais.

“É muito fixe. Antes quando esquiava numa pista difícil, era bastante rápido mas queria saber exactamente a velocidade a que esquiava”, disse Ferenc Bodor, jovem esquiador alemão.

Lançada no final de 2013, a aplicação já analisou centenas de pistas. O próximo passo para o jovem empresário é criar aplicações similares para outros desportos.