Última hora

Greve na fábrica da IBM no sul da China

Greve na fábrica da IBM no sul da China
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Mais de mil trabalhadores estão em greve na fábrica da IBM em Shenzhen, no sudeste da China. Contestam as condições do acordo de venda da divisão de servidores da IBM à Lenovo. Um negócio de 2,3 mil milhões de dólares, anunciado em janeiro.

A greve começou dia 4 de março e interrompeu toda a produção.

Os trabalhadores exigem maiores salários para quem decide trabalhar para a Lenovo ou melhores indemnizações para quem sair da empresa.

A fábrica de Shenzhen é apenas uma das estruturas vendidas à Lenovo. A empresa chinesa vai no total absorver 7500 trabalhadores da IBM.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.