Última hora

Rocky em versão musical, com Stallone nos bastidores

Rocky em versão musical, com Stallone nos bastidores
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

“Rocky. The Musical” está na Broadway. A história de Rocky Balboa, que marcou o início da carreira cinematográfica internacional de Sylvester Stallone em 1976, em versão musical, foi já mostrada na cidade alemã de Hamburgo e agora pode ser vista em Nova Iorque, no Winter Garden Theater.

Na altura, Stallone participou na criação do guião para o filme que o tornou mundialmente famoso e lhe trouxe uma nomeação para o Óscar de Melhor Ator.

O ator confessou ter desde sempre acalentado o sonho de uma versão desta história para os palcos: “Sempre achei que estas personagens eram muito musicais. Pensei sempre isto – quando trabalhava no guião, ocorria-me pensar em Scorsese e ‘Mean Streets’, em ‘West Side Story’… E pareceram-me sempre uma espécie de personagens de rua muito poéticas, percebe? Era evidente para mim e ninguém fez isto.”

Entre os convidados presentes nesta estreia, esteve o realizador James Cameron, que disse sentir uma grande identificação com a personagem principal:
“Ele é um homem comum… É o homem comum que tem o seu momento de grandeza e vence. É um sonho comum a todos nós. Antes de ser um realizador de cinema, eu era um trabalhador manual, um condutor de camião, um operador de máquina de corte de metais. É-me muito próximo.”

Também a atriz norte-americana Whoopi Goldberg encontra na personagem de Rocky Balboa traços comuns a muita gente:
“A história de Rocky é a história de qualquer pessoa que tem um sonho. É isto que me agrada. Não há nada de misterioso, é sobre cada nós. É a história da América. E é por isso que as pessoas gostam.”

É a primeira vez que Andy Karl, um ator de 39 anos, interpreta um papel principal num novo musical, depois de anos em papéis secundários e papéis coadjuvantes, como figurante e substituto, em espetáculos de longa-metragem.

O ator sublinhou o seu reconhecimento pelo apoio constante de Stallone durante as filmagens:
“Sylvester Stallone deu um enorme apoio a este espetáculo e conversou comigo várias vezes sobre a personagem e sobre o seu perfil de fundo, aquilo que lhe está no coração. E mostrou-me também uns quantos golpes de boxe.”

Stallone é também co-produtor e co-autor desta adaptação ao palco do êxito de 1976, ao lado de Thomas Meehan, um vencedor dos Tony Awards.

“Rocky: the Musical” – a versão sonhada por Stallone, no Winter Garden Theater de Nova Iorque.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.