Última hora

FED reduz estímulos para 55 mil milhões de dólares por mês

FED reduz estímulos para 55 mil milhões de dólares por mês
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Reserva Federal (FED) norte-americana modifica a linha de orientação e cortou mais 10 mil milhões de dólares no programa de estímulos.

Trata-se do terceiro corte consecutivo. O montante de compra de ativos passa a 55 mil milhões de dólares por mês.

Além disso, a FED, agora liderada por Janet Yellen, modifica a sua política de orientação.

Uma taxa de desemprego de 6,5% deixa de ser o critério chave para uma eventual subida das taxas de juro, que se mantêm perto de zero desde 2008. A FED passará a ter em conta uma série de fatores.

A primeira subida das taxas poderá ter lugar em 2015.

A FED baixou também as previsões de crescimento. A economia deverá crescer entre os 2,8 e os 3% este ano.

Já para o desemprego, espera melhorias. Avança com uma taxa de desemprego de 6,1% para 2014. Em fevereiro a taxa estava nos 6,7%, com muitos norte-americanos a abandonarem a procura de emprego.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.